Descartar lixo em lugares indevidos é crime ambiental e pode gerar multas

COMPARTILHAR

Os Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), criados para que a população possa depositar resíduos recicláveis, está sendo utilizado indevidamente para despejo de lixo orgânico. Mas o morador que estiver adotando essa prática pode sofrer penalidades por parte da Prefeitura. A Semduh realiza campanhas educativas para orientar sobre o uso correto dos PEVs.

No entanto, antes da aplicação de multas, a Prefeitura tem trabalhado em campanhas educativas, visto que é difícil a identificação de quem comete as infrações. “O descarte irregular é feito geralmente à noite ou na madrugada. Por isso, os ficais têm dificuldade de fazer o flagrante”, explica, Lilian Guimarães, coordenadora de limpeza pública da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh).

A fim de reforçar o trabalho de conscientização das pessoas sobre o modo correto de utilização dos PEVs, Lílian afirma que esses locais contam com agentes ambientais. “Muitas pessoas não se dão o trabalho de depositar o resíduo reciclável dentro do contentor. Por isso,  de segunda a sexta em horário comercial, e sábado até meio dia, a Prefeitura  disponibiliza um agente ambiental  em cada PEV para manter a área organizada. Eles também orientam a população.  Sempre há aquelas pessoas que apresentam resistência em seguir as orientações do agente ambiental. Mesmo assim, os funcionários da Prefeitura arrumam o lixo e deixam os locais limpos”, diz.

*Informações Semduh

Às 14:55h